sábado, 9 de maio de 2009

As Novas 50 Leis de Murphy do Feirante 2009 !!!




1-  No dia em que chove mais é quando deixamos o plástico em casa

2-  Se chove pouco levamos o plástico e deixamos a capa impermeável em casa e é quando temos  forte  vento de Sul

3-  O dia em que faz mais vento é exactamente aquele em que levámos os expositores de pé.

4-  Quando estamos a dizer uma grande asneira ou a fazer caretas prá foto, aparece sempre um cliente na nossa banca.

5-  Quando um cliente compra algo e pede para embrulhar para presente,geralmente acabou a fita e os lacinhos.

6-  Se ainda temos lacinhos e fita, a prenda é grande ou acabou e papel de embrulho.

7-  Temos lacinhos e papel de embrulho suficiente e o cliente  diz ponha num saco de plástico.

8-  Quando temos o embrulho pronto e esperamos para cobrar, geralmente o cliente fica indeciso e diz - Acho que me vez dessa cor vou levar a outra.

9-  Sempre que vamos para cobrar o Cliente pergunta se não se faz um desconto.

10- Quando afirmamos categoricamente que não há descontos alguém do coleccionismo grita: - Custa 40 mas eu faço por 20.

11- Se levamos um artigo novo da cor Preta aparece sempre um cliente que pergunta - Não tem em Vermelho.
12- Se levamos um artigo novo da cor Vermelha aparece sempre um cliente que pergunta - Não tem em Preto
13- Se levamos de cor Preta e cor Vermelha aparece sempre um cliente que pergunta - Não tem em Verde
14- Pronto quando levamos os artigos novos de todas as cores o cliente que aparece e percebemos que afinal não tem dinheiro para comprar.
15- Se não pomos creme está tanto frio e vento que vamos para casa com a cara como a Lili Caneças!

16- Dia de escaldão é aquele em que às 8 da manhã estava céu muito nublado e frio e vamos para casa mais queimados que a Cinha Jardim!

17- Está nevoeiro que não se vê um boi e um frio de rachar e pensámos, bem, deixa-me lá levar uma camisolinha de  quentinha e fica um dia mais quente que em Agosto.

18- Quando já estamos todos organizadinhos, aparece sempre alguém que chega atrasado.

19- Quando o ultimo atrasado já apareceu, ainda aparece outro que teve muito transito em "Belém" e não conseguiu chegar antes.

20- Os Pombos só aparecem quando o Sementes  fala:  -  Olho ó Pombo Pá .

21- Mesmo que apenas 1/3 da nossa banca tenha material e no restante esteja só o pano à mostra, os pombos sujam sempre o material.

22- Um pombo só defeca quando levamos uma t-shirt novinha em folha.

23- Só há assaltos quando o Sementes  grita:  - Chora , Chora Pá.

24- Se estamos a fazer uma venda a alguém com dinheiro, aparece sempre um ladrão.

25- Sempre que estamos a fazer uma venda a alguém com muito dinheiro, aparece toda a quadrilha  mais o chefe.

26- A Policia aparece sempre quando não há ladrões.

27- Sempre que um Policia intervêm diz que não é daquela esquadra.

28- Quando já estamos todos habituados e de carros arrumadinhos, a Câmara de Lisboa troca-nos as voltas durante 4 Meses.

29- A casa de banho só está fechada quando vamos já muito aflitinhos e não vimos as horas.

30- A senhora da prova dos vinhos só lá está quando estamos de ressaca e ficamos maldispostos só de ouvir falar em álcool.

31- Quando estamos doentes está sempre frio chuva e vento.

32- Logo pela manhã e quase a conseguir a primeira venda,  aparece sempre um sem abrigo a ver o que temos de novo.

33- Das 13h00 às 16h00 Horas nunca se vende nada; os clientes ou estão a almoçar, ou a fazer a digestão.

34- De tardinha e quando vamos fazer a segunda venda do dia aparece sempre a Sra Romena mais a filha a vender Pensos Rápidos

35- É sempre possível encontrar um cara de parvo maior do que em Belém.

36- Quando todos os caras de parvos já passaram, aparece sempre uma Excursão de Espanhóis "LEPETOURS"

37- As Feirinhas de província chamam-se assim porque conseguimos sempre trazer menos dinheiro do que aquele que levamos em trocos.

38- A nossa mesa só fica cheia a sério quando estamos no WC.

39- E quando nos parece que o dia de feira vai ser divertido porque estamos todos animados... aparece 1 Kooko e passa o dia feito 1 mochoo.

40- Sempre que fazemos muito dinheiro aparece sempre alguém com uma faca ou uma pistola para pregar um cagaço 
41- Há agora muito mais Policias e estão todos a controlar o transito...mesmo de costas para onde estão os Ladrões

42- Quando as vendas não correm bem e estamos tristes, aparece sempre um pedinte à esquina e em meia hora ganha mais dinheiro do que nós no dia inteiro.
43- A hora do Mágica começa quando uma aprendiz de feiticeira remexe as nossas coisas para ver se em casa consegue fazer igual

44 - A  hora do Mística começa quando a mesma aprendiz de feiticeira volta furiosa para remexer as nossas coisas porque não consegue fazer igual nem que se morda toda.. 
45- Depois da digestão, começa a hora do Mexilhão.
46- A meio do mês e para compensar aquilo que as pessoas não têm, têm sempre montes daquilo que nós vendemos. 
47- Aquilo que mais pedem e procuram, é aquilo que  não temos!
48- A pergunta que mais se ouve numa feira de artesanato é: Isto é feito à mão?
49- A hora do Miranda (Mira Mira, Anda Anda) só começa quando alguma cliente  diz : - Olha a minha Irmã faz Igual .

50- Em qualquer lugar ou "Praça", uma Feira "de Comércio" depende "é  sempre de todas As Pessoas"; As que acreditaram, As que fazem por ela, O Presidente local, Os organizadores e até Os invejosos.

Arquivo de todas as Criacões

Clique em Mensagens Antigas